Share on twitter
Share on facebook
Share on linkedin
Share on whatsapp
Share on telegram

Guia para cidadania italiana: confira o passo a passo

Um guia para cidadania italiana é fundamental para você tirar todas as dúvidas sobre o assunto. Conheça passo a passo todos os procedimentos.

O entendimento de todas as possibilidades de reconhecimento, de quais documentos são necessários e de todos os processos envolvidos é fundamental para o sucesso do pedido.

Quem tem direito à cidadania italiana?

O primeiro passo é verificar a possibilidade de cidadania de acordo com o seu caso. Em geral, o direito que rege esse processo é o ius sanguinis. Ou seja, por meio do sangue, ou descendência.

A Constituição Italiana determina que descendentes de italianos nascidos em qualquer local já possuem cidadania. Então, para saber se é o seu caso, basta verificar se tem um ascendente em sua árvore genealógica.

Como solicitar

Via administrativa  O reconhecimento pode ser feito por consulados italianos no Brasil ou em algum município italiano, chamado de comune.

A exceção são os casos de descendência pela via materna. Nesse caso, é preciso recorrer à via judicial na Itália.

Via judicial Não é necessário viajar para Itália. Após a entrega da documentação, o processo é enviado para a Itália e o cliente deverá aguardar a sentença de um juiz do Tribunal de Roma.

Quer saber mais sobre a via judicial? Leia aqui.

Guia para cidadania italiana: tipos de comprovação

Por descendência  Essa é a forma mais simples de solicitar a cidadania. Basta comprovar que possui ancestral italiano.

Ele não pode ter aberto mão de sua cidadania, ou seja, se naturalizado brasileiro.

Caso seja falecido, sua morte deve ter ocorrido após 17 de março de 1861.

Se for mulher, é preciso que o filho (a) seja nascido a partir de 1º de janeiro de 1948.

Quer saber mais sobre linha materna? Leia aqui.

Por casamento ou naturalização – Neste caso é preciso declarar união estável com um cônjuge italiano no mínimo há dois anos, para quem reside na Itália, ou três anos, para residentes fora da Itália.

Se o casal tiver filhos, o tempo é reduzido pela metade. Também vale para uniões homoafetivas.

Documentos necessários

Você vai precisar das certidões de todas as pessoas da sua linha de ascendência, incluindo certidões de nascimento, casamento e de óbito.

Também é preciso a Certidão Negativa de Naturalização do antepassado italiano, para comprovar que ele não se naturalizou brasileiro.

O processo fica muito mais fácil e garantido com o auxílio da Bendita Cidadania, assessoria especializada no assunto.

Dessa forma, você terá apoio para sanar todas as dúvidas durante o processo e saber quais documentos complementares deverá apresentar até que a cidadania italiana seja concedida.

Que falar com um de nossos atendentes e receber um orçamento personalizado? Preencha o cadastro abaixo:






    LEIA TAMBÉM
    Share on twitter
    Share on facebook
    Share on linkedin
    Share on whatsapp
    Share on telegram